Familiares de cabo atropelado na última quinta apontam melhora significativa em quadro clínico

Familiares do cabo Barreto, militar atropelado na última quinta-feira, dia 3, anunciaram neste domingo, dia 6, que ele se recupera bem das intervenções cirúrgicas. Ele permanece em coma, mas responde bem aos medicamentos que ja estão sendo diminuídos.

A mensagem da família – quem vem divulgando o boletim da equipe médica – afirma que já foi retirado o pino que mede a pressão intracraniana, “o que significa que ela já normalizou (pressão do cérebro). Isso era o que mais nos preocupava por conta do impacto”.

Uma nova tomografia indicou progressão de “forma ótima”, e que “a meta agora é trabalhar para que ele acorde do coma em breve. Eles apontam ainda que medicação usada para estabilidade no quadro clínico já é menor, e que o cabo vem reagindo positivamente à menor dosagem.”

O PM está em uma UTI no HPS João XXIII desde que foi atingido na última quinta, dia 3, por uma motocicleta, quando o condutor e um garupa não respeitaram uma ordem de parada numa blitz, no Bairro Cabeceiras. Ele teria batido a cabeça no poste e em seguida no meio-fio.

O HPS João XXIII só fornece dados clínicos de pacientes para familiares. Uma campanha de doação de sangue para Barreto está em andamento. Para doar, o agendamento pode ser feito pelo site hemominas.mg.gov.br ou na sede da instituição: Alameda Ezequiel Dias,
321, Santa Efigênia, em BH, bastando informar o nome do militar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

error: O conteúdo está bloqueado. Entre em contato para solicitar o texto.