Raposos decreta estado de calamidade pública

Decreto tem validade até o dia 11

Foto: Arthur Neto/Cinegrafista Amador

O prefeito de Raposos, Serginho da Bota (PSB), decretou estado de calamidade pública neste domingo, dia 9, em decorrência das fortes chuvas que atingiram a região e alagaram a cidade. As entradas de Raposos estão tomadas por água e pessoas podem estar ilhadas.

A cidade já estava em estado de emergência desde o último sábado, dia 8, mas com a piora das chuvas a situação só piorou. O Corpo de Bombeiros deixou a cidade para dar apoio em Honório Bicalho, em Nova Lima, local tomado pela cheia do Rio das Velhas. A água chegou a mais de 2 metros de altura.

O prefeito de Raposos chegou a gravar um vídeo e pediu: “Não vamos desanimar, vamos dar um jeito. Peço que divulgue a realidade da nossa cidade. Estou vendo tudo, estou acompanhando tudo. É uma situação pior do que a outra. Quem puder ajudar, vamos ajudar, pelo o amor de Deus”, disse já em lágrimas.

Raposos já havia passado por um mau momento em 2020 após um alto volume de chuva cair em poucas horas na região. Na época, muitos voluntários ajudaram no município.

Medidas

O decreto determina que o estado de calamidade vai perdurar até o dia 11, na terça-feira. O decreto determina “suspensão de todas as atividades administrativas excetuando aquelas de destinadas a Defesa Civil e serviços essenciais, que não coloquem em risco a integridade física de seus servidores”. Veja na íntegra:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: O conteúdo está bloqueado. Entre em contato para solicitar o texto.