Em meio a um racha, PT reconduz ‘Jaú’ na presidência

Jaú vai para seu segundo mandato

O Partido dos Trabalhadores (PT) de Nova Lima reconduziu Andrei Cesário, mais conhecido como “Jaú”, na presidência do partido até 2024. Ele venceu Daniel, ex-aliado de Fatinha Aguiar (Rede), que foi vice-prefeita na gestão de Cássio Magnani.

Atualização: Informamos, primeiramente, que a gestão era de dois anos. Na verdade, gestão será de quatro anos.

Jaú, que é o atual presidente e tem raízes no PCdoB, obteve 57 votos e Daniel 37. O presidente é aliado do vereador Flávio de Almeida (PT), que se coloca como pré-candidato a sucessão de Vitor Penido (DEM).

Contudo, o grande fato da eleição interna petista é o racha entre o grupo de Carlinhos Rodrigues e Epaminondas Bittencourt (ex-secretário de Administração) e o grupo de Flávio e Jaú. Outrora aliados, os grupos dialogam pouco.

Inclusive, Carlinhos chegou a mobilizar nomes para encarar a eleição partidária, mas por discordar da condução do processo acabou por ver seus aliados retirarem seus nomes da disputa.

Além de Epaminondas, o principal nome do ex-secretário de Estado e ex-deputado Miguel Corrêa em Nova Lima, Olindo Vitor, também teve seu nome ventilado para enfrentar a chapa do atual presidente.

Não é certo se o grupo do ex-prefeito continuará filiado ao PT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: O conteúdo está bloqueado. Entre em contato para solicitar o texto.