STJD forma maioria para manter o Villa Nova na primeira divisão

Leão vai jogar a elite do futebol mineiro em 2020, após o STJD rejeitar a denúncia do Guarani

Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

PUBLICIDADE

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) formou maioria para manter o Villa Nova na primeira divisão do Campeonato Mineiro em 2020. O pleno do STJD julgou o caso nesta última terça-feira, dia 25. O placar ficou em 5 a 2. Os auditores entenderam que o time não pode ser punido porque a denúncia prescreveu.

O Villa foi denunciado pela procuradoria de Minas Gerais após o Guarani de Divinópolis ter encontrado irregularidades na escalação do atacante Pinguim. O jogador teria sido expulso em partida da categoria de base e precisava cumprir a punição nas primeiras rodadas do estadual.

No primeiro julgamento do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) de Minas Gerais, o Villa foi rebaixado para a segunda divisão e consequentemente o Guarani subiu para a elite do futebol mineiro. Contudo, uma liminar garantiu o time nova-limense na primeira de novo e o julgamento do pleno do TJD confirmou a decisão da liminar rejeitando a punição ao time de Nova Lima.

Os recursos se esgotaram na Justiça Desportiva brasileira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: O conteúdo está bloqueado. Entre em contato para solicitar o texto.