Tito tem novo pedido de perda de mandato na Câmara

Foto: Reprodução/Facebook - O vereador Tiago Tito

O vereador Tiago Tito (PSD) enfrentará um novo pedido de perda de mandato na Câmara Municipal de Nova Lima. Desta vez, o pedido vem da mesa diretora que faz cumprir o artigo 43 do Regimento Interno da Câmara e o artigo 39 da Lei Orgânica do Município.

Os artigos afirmam que o vereador que deixar de participar da terça parte das reuniões plenárias sem justificativas, “salvo licença ou missão oficial autorizada” perderá o mandato. Tito está preso desde o dia 11 de maio deste ano por supostamente ter obstruído a justiça e ter ameaçado testemunhas de uma investigação que apura o crime de “rachadinha” no seu gabinete.

Tito já enfrenta um processo de cassação apresentado pelo advogado Mariel Marra, que está com seus trâmites paralisados depois do parlamentar conseguir uma liminar na justiça. Ele alegou que o sorteio da comissão que dita os trabalhos foi irregular.

Com isso, ele deixou de participar de 13 sessões extraordinárias entre maio e agosto. Foram 39 sessões, dentro deste tempo. O pedido de perda de mandato passará por uma comissão que discute a admissibilidade do processo.

Caso seja admitido, o projeto vai para votação do plenário na casa legislativa e precisa de aprovação por maioria simples. Em caso de aprovação, é expedido um decreto legislativo dando efeito à perda do mandato e o suplente, Silvânio Aguiar (PSD), assume.

O processo ainda observará o direito amplo de defesa do vereador, que será citado para se defender.

2 thoughts on “Tito tem novo pedido de perda de mandato na Câmara

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: O conteúdo está bloqueado. Entre em contato para solicitar o texto.