Na madrugada do último sábado, dia 29, a Polícia Militar (PM) encerrou através de denúncia anônima, uma festa com cerca de cerca de 60 pessoas em um sítio. Algumas pessoas conseguiram dispersar do local pulando um muro. Na rota da fuga foi encontrado uma arma calibre 38 com três munições, além de um rádio comunicador que poderia ser usado para monitoramento de viaturas. 

Em outro local do sítio foi encontrado uma espingarda calibre 28 com seis munições intactas e outras quatro já deflagradas. O dono do sítio, de 57 anos, que participava do encontro, foi preso por posse ilegal de arma de fogo e deve responder também por crime contra a saúde pública, já que aglomeração está proibida no município por conta da pandemia de Covid-19.

120 pessoas em outro evento

Já durante a noite deste domingo, dia 30, equipes de fiscalização (PM, GCM e fiscais de postura) estiveram em um bar no Bairro Mingú e foi constatado um pagode, com banda ao vivo, em um bar que funciona no fundo de uma casa.

No local foram confirmadas cerca de 120 pessoas. O local já foi autuado outras vezes durante a pandemia pelo mesmo problema. A equipe de fiscalização deve acionar o Ministério Público para averiguar o caso.

Um perfil no Instagram, denominado “Guarda em Ação”, chamou o episódio como “um espetáculo de falta de responsabilidade e respeito a vida, sendo prestigiado por várias pessoas inconsequentes”.at

One thought on “Festas clandestinas são registradas no fim de semana”
  1. […] Já a Vigilância Sanitária realizou 107 ações de fiscalização, atendendo a 14 denúncias, 49 processos de licenciamento e 44 renovações de alvarás. Equipes da Divisão de Fiscalização Urbana (DFAU) estiveram em 86 estabelecimentos, notificando 29 e interditando 13. Seis eventos clandestinos foram encerrados, dois deles no último final de semana. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

error: O conteúdo está bloqueado. Entre em contato para solicitar o texto.