Justiça acata pedido da defesa e manda soltar o ex-presidente Lula

O juiz Danilo Pereira Júnior, da 12ª Vara Criminal Federal de Curitiba, aceitou nesta sexta-feira, dia 8, o pedido da defesa do ex-presidente do República Luiz Inácio Lula da Silva e o autorizou a deixar a prisão. 

Condenado no caso do triplex em duas instâncias, Lula permaneceu preso por 1 ano e 7 meses na Superintendência da Polícia Federal (PF) de Curitiba.

Agora, ele terá o direito de recorrer em liberdade e só vai voltar a cumprir a pena de 8 anos, 10 meses e 20 dias após o trânsito em julgado, já que nesta quinta-feira (7), por 6 votos a 5, o Supremo Tribunal Federal (STF) mudou um entendimento de 2016 e decidiu que, segundo a Constituição, ninguém pode ser considerado culpado até o trânsito em julgado (fase em que não cabe mais recurso) e que a execução provisória da pena fere o princípio da presunção de inocência.

Após a soltura, Lula deve ir pro ABC Paulista, em São Bernardo do Campo (SP), no Sindicato dos Metalúrgicos onde começou sua carreira política como sindicalista e onde permaneceu e discursou antes de ser preso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: O conteúdo está bloqueado. Entre em contato para solicitar o texto.