Câmara municipal recebe exposição feita por alunos de escola pública

Créditos: Bianca Alevato/Câmara Municipal

A Câmara municipal de Nova lima recebe até o dia 5 de dezembro, no Hall Nobre da casa, uma exposição de fotos e poesias de alunos da Escola Estadual Escola Estadual Josefina Wanderley Azeredo.

Denominada “Entre versos e prosas – o olhar da juventude sobre a Nova Lima de ontem”, a exposição traz imagens da cidade, acompanhada de contos e poesias escritas pelos alunos.

Idealizadora do projeto, a professora de Língua Portuguesa, Giovanna Gomes, aponta que o projeto foi de suma importância para os alunos, principalmente para que os quase 80 participantes buscassem a identidade da cidade que vivem.

Segundo ela, os textos foram produzidos de forma bem simples e prazerosa com os jovens.

“Eles ficaram se perguntando: quem seria esse senhor na mina, quem seria essa mulher na estação de trem, e criaram personagens fantásticos de uma história que pode ser real, pois a foto é real. Hoje, eles já podem me dizer com precisão que conhecem a história da cidade; sabem que um dia existiu a mina de Morro Velho, sabe da influência inglesa na cidade, sabem que um rio, um dia passou pela avenida, sabem que a Câmara municipal não mudou quase nada, conhecem a casa da águia, sabem porque tem uma escola que se chama George Chalmers”, explana a professora.

Busca pela identidade

De acordo com Giovanna, que leciona há 12 anos, havia uma falta da busca pela identidade dos alunos, muitas vezes, sem reconhecer as próprias raízes. “Eles [alunos] não reconhecem suas origens, não por culpa dos mesmos, mas muitas vezes, por falta de incentivo da sociedade. Assim sendo, busquei esse resgate retratando a história da cidade através de fotos antigas. Foi um trabalho bastante minucioso, uma vez que percebi ainda mais a falta de conhecimento dos alunos do 8° ano, (que é a faixa etária de 14 anos), diante de valores tão ricos e importantes para a história da cidade de Nova Lima. Fizemos então, um trabalho de pesquisa, onde resgatamos a história através das fotos. Porém eu queria algo mais. Queria que eles conhecessem a história, mas queria algo além. Queria que eles produzissem contos e poesias com o olhar deles, ou seja, eles criariam textos com a visão deles, não desprezando em momento algum a memória original da foto”.

Segundo ela, o primeiro poema já foi impactante (positivamente): “Quando recebi o primeiro texto, já me apaixonei, pois o aluno Luan já iniciou a sua história falando do Marquês de Sapucaí, onde ele conta: “Esta é a casa do Marquês de Sapucaí…ele é um homem distinto e gentil, sai todos os dias e dá voltas na praça, sempre sorridente e amigável.”

Dificuldade e reconhecimento

Alunos presentes na exposição. Foto: Bianca Alevato/Câmara Municipal

Segundo a professora alguns alunos apresentaram dificuldades em escrever, mas que tinham muita criatividade escondida. Com incentivo a produção foi significativa. “Alguns alunos tiveram dificuldade na produção, mas sentei me com cada um deles e instigados conseguiram produzir textos maravilhosos.

Segundo Giovanna, o apoio da Câmara em expor as poesias foi de suma importância para os alunos, que se sentiram importantes na abertura da exposição. “Conseguimos então a exposição na Câmara Municipal através do Dr. Fausto, que nós apoiou com muito carinho. Os alunos, na abertura da exposição se sentiram super importantes e me emocionei, pois a grande maioria vem de uma comunidade mais carente da cidade”, finalizou a professora.

Foto: Reprodução/Facebook

O Presidente da casa, Dr.Fausto Niquini esteve presente na abertura da exposição e ressaltou o envolvimento dos jovens com a história da cidade.
“Fico muito feliz em ver que a juventude tem buscado se envolver com a história de Nova Lima, ver essa exposição demonstra o quão ricos somos de memórias e talentos em nossa cidade.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: O conteúdo está bloqueado. Entre em contato para solicitar o texto.