Polícia Civil prende suspeito de estelionato em situação de barragem de Macacos

Homem foi preso acusado de fraudar documentação e fingir ser morador de Macacos para acessar benefícios concedidos pela Vale

O delegado Murillo Ribeiro - Foto: Reprodução Instagram

Publicidade

A Polícia Civil de Nova Lima prendeu um suspeito de estelionato numa operação chamada “Chacal”. A ação policial aconteceu nesta última segunda-feira, dia 13, e foi comandada pelo delegado Dr. Murillo Ribeiro. A investigação, por sua vez, aconteceu na 3º Delagacia de Polícia Civil do município, que fica no Jardim Canadá.

Os moradores de Macacos foram evacuados da região da Zona de Autossalvamento (ZAS) depois que a barragem subiu para o nível 2 de alerta para rompimento. A situação ocorreu porque uma empresa externa de auditoria não quis conceder laudo que atestasse a segurança da barragem B3/B4. Hoje a barragem está no nível 3, o que representa uma possibilidade iminente de rompimento. O nível de alerta foi alterado no dia 28 de março.

O suspeito, por sua vez, fingia ser morador da região e estaria fraudando documentos a fim de acessar os benefícios concedidos pela mineradora Vale aos atingidos pela crise minerária no distrito. A Polícia Civil acredita que há outros envolvidos no crime e afirmou que as investigações continuam, no intuito de se prender outros estelionatários.

A Civil não informou em qual presídio o suspeito vai ficar à disposição da Justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: O conteúdo está bloqueado. Entre em contato para solicitar o texto.