No Twitter, Bolsonaro emite nota sobre a Venezuela: ‘apoiamos a liberdade desta nação irmã’

Bolsonaro ainda criticou o PT e o PSOL por supostamente apoiar o regime de Maduro

Foto: Divulgação Presidência

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, emitiu nota através do seu Twitter oficial e disse que apoia “a liberdade desta nação irmã (Venezuela)” contra a ditadura de Nicolás Maduro.

O auto-proclamado presidente da Venezuela, Juan Guaidó, anunciou ter apoio de militares para retirar o presidente Nicolás Maduro do poder. Ele gravou um vídeo e fez uma série de publicações no Twitter. Guaidó convocou o povo às ruas para apoiar uma transição democrática.

“O Brasil se solidariza com o sofrido povo venezuelano escravizado por um ditador apoiado pelo PT, PSOL e alinhados ideológicos. Apoiamos a liberdade desta nação irmã para que finalmente vivam uma verdadeira democracia”, disse o presidente brasileiro.

Maduro, por sua vez, disse ter dialogado com os generais do Exército venezuelano, grandes fiadores do regime ditatorial do presidente. Ele também convocou apoiadores do regime para irem às ruas e defender o governo.

Logo após o anúncio de Guaidó, confrontos violentos foram flagrados na capital Caracas. Um vídeo ao vivo no portal de notícias G1 mostra uma rua tomada por pessoas com máscaras e rostos tampados e a polícia enfrentando os manifestantes, a fim de dispersá-los.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: O conteúdo está bloqueado. Entre em contato para solicitar o texto.