Minas vai perder R$23,3 bi em receitas industriais com paralisação da Vale


Foto: Mina da Mutuca em Nova Lima
#PUBLICIDADE

Um estudo da Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg) mostrou que Minas Gerais vai perder algo em torno de R$23,3 bilhões de reais só com receitas industriais se a mineradora Vale paralisar sua produção no estado.

A empresa já anunciou que vai paralisar a produção de minério de ferro em minas que usam barragens com alteamento a montante, uma forma de produção de barragens menos segura. Com isso, as operações de Abóboras, Vargem Grande, Capitão do Mato e Tamanduá, todas em Nova Lima; no complexo Vargem Grande; e as operações de Jangada, Fábrica, Segredo, João Pereira e Alto Bandeira, no complexo Paraopeba, incluindo também as plantas de pelotização de Fábrica e Vargem Grande, serão paralisadas para que o descomissionamento das barragens seja feito. (Leia)

O descomissionamento consiste em retornar o rejeito à natureza e, portanto, acabar com a barragem. Segundo o estudo da Fiemg, para cada R$100 reais que a mineradora deixar de ganhar, R$25 reais deixam de entrar para os cofres estaduais, o que representaria uma forte queda de receitas para Minas que ultrapassa uma forte crise financeira.

Os cálculos foram feitos usando o preço médio do minério no mercado internacional, o câmbio, a receita anual da Vale com a produção de 40 milhões de toneladas de minério anual, que deixaria de ser extraída no estado. A Federação ainda contabilizou a paralisação da produção de 30 milhões de toneladas de minério em Brucutu, em São Gonçalo do Rio Abaixo, onde a Justiça determinou que a mineradora pare a produção. (Leia)

“Cerca de 95% da nossa receita é oriunda de impostos da mineração, não apenas Cfem, mas ISS, ICMS e outros. Isso vai acarretar prejuízos e afetar o orçamento, comprometendo investimentos em saúde, educação e desenvolvimento”, diz o prefeito de São Gonçalo do Rio Abaixo, Antônio Carlos Noronha Bicalho (PDT), segundo o jornal O Tempo.

O prefeito de Nova Lima, Vitor Penido (DEM), também se manifestou com pesar com o anúncio da Vale em paralisar a produção em Nova Lima. Segundo Penido, “seria um caos” se a mineradora paralisasse a produção. (Leia)

Articuladores do governo informaram que técnicos da administração do Democratas em Nova Lima esperam uma perda de receita da ordem R$100 milhões de reais por ano. (Leia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: O conteúdo está bloqueado. Entre em contato para solicitar o texto.