Polícia mineira prende pelo menos 170 pessoas ligadas a facções criminosas


Foto: Imagem meramente ilustrativa



A polícia de Minas Gerais – Militar e Civil – prenderam pelo menos 170 pessoas ligadas a facções criminosas que atuavam no estado. Entre os criminosos estão traficantes, homicidas, estelionatários e até assaltantes de bancos.

A operação foi chamada de “O Regresso” e é fruto do trabalho das inteligências tanto da Polícia Militar quanto da Polícia Civil. Eles investigaram durante três meses o paradeiro de cada um dos presos.

Para o promotor de Justiça e coordenador do centro criminal do Ministério Público, Henrique Macedo, os presos representavam “grande impacto à segurança pública do Estado” já que cometeram crimes violentos no estado. Porém, eles fugiram da prisão e não haviam sido capturados até então.

“Selecionados os alvos, localizamos eles em Minas e distribuímos centenas de policiais nas cidades, com o apoio de viaturas e aeronaves, para efetivarmos os mandados de prisão. A operação se chama ‘O Regresso’ porque a maioria deles ja frequentaram o sistema prisional”, explica Macedo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: O conteúdo está bloqueado. Entre em contato para solicitar o texto.