JM se reúne com Kalil para discutir trânsito entre Villa da Serra e Belvedere

Prefeito esteve reunido com Kalil e outras autoridades para apresentar proposta da cidade para o trânsito na região

Na foto no centro o prefeito João Marcelo, ao seu lado direito o prefeito de BH, Alexandre Kalil, e na sua esquerda o secretário de Planejamento, André Rocha - Foto: Reprodução Facebook Oficial de João Marcelo - 05/10/2021

O prefeito de Nova Lima, João Marcelo, do Cidadania, se encontrou com o prefeito da capital mineira, Alexandre Kalil, do PSD, para discutir a situação do trânsito no Seis Pistas, no Bairro Villa da Serra, que fica extremamente carregado na hora do rush. O trânsito é afetado até o Belvedere e também descendo para o Centro de Belo Horizonte pela Avenida Nossa Senhora do Carmo e também descendo a Av. Raja Gabáglia.

O encontro ocorreu na última terça-feira, dia 5, e contou também com o Procurador-geral de Justiça de Minas Gerais, Jarbas Soares Júnior, com a Polícia Militar de Minas, também com a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade do estado e o secretário de Planejamento e Gestão de Nova Lima, André Rocha.

“Apresentamos a nossa sugestão de projeto, que foi muito bem recebida e, a partir de agora, constituímos um Grupo de Trabalho para que possamos avançar na apresentação e execução deste projeto tão aguardado por todos”, afirmou o jovem prefeito nova-limense através do seu Instagram.

A ideia é construir uma nova via que liga as duas cidades com 5 quilômetros de comprimento para desatar o nó na região. As tratativas estão em andamento.

“A nossa proposta de utilização do leito da antiga linha férrea, pertencente hoje a SPU, como essa solução viária. É importante ressaltar e deixar claro que essa solução viária que ligaria desde o bairro Olhos d’água, que é cidade de Belo Horizonte, a Águas Claras, é a Nova Lima, essa solução não permitiria nas áreas lindeiras, nenhum tipo de expansão imobiliária, apenas o uso no intuito da solução de mobilidade. Durante todo esse trecho são apresentadas várias soluções como um VLT, como também túneis e viadutos de acesso” detalhou João.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: O conteúdo está bloqueado. Entre em contato para solicitar o texto.