Motoristas do transporte intermunicipal denunciam demissão após paralisação

Os motoristas da empresa Saritur em Nova Lima apontaram para demissão de um profissional indicado como líder da manifestação pela companhia.

Segundo um outro profissional que pediu sigilo de sua identidade, o motorista que não teve o nome divulgado foi chamado ao escritório da empresa aqui na cidade e entregue a ele uma recisão de contrato por justa causa, sendo nesse caso uma recisão em que boa parte dos possíveis benefícios não seriam entregues ao condutor como acesso ao FGTS e também o seguro desemprego.

Ao ler o termo da recisão, o funcionário não concordou e negou assinar e tentou fotografar o documento para ser entregue ao seu advogado e foi retalhado. Por se negar a assinar, ele foi orientado a ir até a sede da empresa em BH, no próximo dia 18 para tentar um acordo.

Ainda de acordo com a fonte, após a paralisação na última terça-feira, dia 8, que cobrava melhores condições de trabalho, a empresa não buscou a classe para tratar das demandas e enxerga na atitude uma “retaliação aos grevistas” e que muitos tem “brigado para sobreviver”, já que os salários estão sendo parcelados e o ticket refeição por exemplo caiu em mais de 50% do valor.

Justiça do Trabalho

A Justiça do Trabalho, através da Comarca em Nova Lima, foi interpelada pela empresa na última terça e deferiu em regime de urgência, regras para que os grevistas continuem o movimento.

O juiz não impedia a organização do movimento, mas determina distanciamento mínimo de 100 metros da garagem da empresa e fixou multa de R$ 1.000 a R$ 3.000 em caso de descumprimento.

No mesmo dia funcionários recuaram e desistiram da greve temendo retaliação inclusive da justiça já que a empresa apresentou o nome de oito motoristas ao interpelar o pedido no tribunal.

Entramos em contato com a Saritur em Nova Lima que negou retaliação aos funcionários e também desmentiu a demissão. Segundo a funcionária, a empresa tem circulado normalmente com os horários [de pandemia].

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: O conteúdo está bloqueado. Entre em contato para solicitar o texto.