Prefeitura rompe contrato de estagiários em plena pandemia

A Prefeitura de Nova Lima encaminhou na noite desta terça-feira, dia 12, por e-mail, o rompimento de contrato de estagiários ligados a Secretaria Municipal de Educação (SEMED), que dentre outras funções auxiliavam professoras na rede municipal, principalmente em creches.

O comunicado informa que o contrato se finda por conta da suspensão da aulas e que o salário será depositado no mês que vem.

Uma das estagiárias que preferiu não ser identificada, desabafou com nossa equipe e disse que os servidores dispensados foram tratados com “frieza” já que o que o e-mail foi encaminhado durante a noite e durante toda a esta quarta-feira, dia 13, nenhuma ligação foi atendida na SEMED para sanar as dúvidas referentes a dispensa.

“Ontem, às 23h, recebi um e-mail dizendo que todas as estagiárias estariam “exoneradas” .
Que falta de respeito e consideração! O horário que fomos informadas, a frieza, como se fossemos descartáveis. Isso é desumano o que estão fazendo com os estagiários. Mas vivem falando que os professores são “o futuro do Brasil”! Quanta incoerência! Falam muito mas não fazem nada! Ou melhor, fazem covardia com os que mais precisam”. No texto a estagiária termina dizendo que mesmo na pandemia as aulas (boa parte on-line) não foram suspensas, estando então todas aptas ao exercício de estágio.

Apoio na Câmara Municipal

O vereador Flávio de Almeida (PT) emitiu na tarde desta quarta-feira, dia 13, uma nota de apoio aos servidores desligados e criticou a forma de tratamento dada a eles. “Os estagiários, assim como outros profissionais, desempenham serviços de qualidade. Muitas vezes, recebem bolsas de valores irrisórios, mas importantes para auxiliar no sustento do lar. A notícia [desligamento] foi enviada por e-mail, representando o desrespeito da gestão atual”, escreveu Almeida.

Entramos em contato com a Secretaria Municipal de Educação (Semed) e com a Secretaria Municipal de Administração (Semad) e não fomos atendidos. Já a Secretaria Municipal de Comunicação (Secom) ficou de responder nosso contato mas não obtivemos retorno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: O conteúdo está bloqueado. Entre em contato para solicitar o texto.