Força-tarefa investiga ‘síndrome misteriosa’ em nova-limense; outros casos também são investigados

Hospital das Clínicas -Fotos gerais e equipamento especial

Uma doença ainda sob investigação, que vem sendo denominada de “Nefroneural”, foi notificada em pelo menos nove pacientes no Estado – um em Nova Lima -, está mobilizando diversas áreas da saúde neste início de janeiro. Um caso acabou descartado.

Nesta quarta-feira, dia 8, a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) emitiu nota informando que na cidade de Nova Lima há um caso sob investigação. Todos os casos são homens, com idades entre 23 e 76 anos.
Segundo informações, o nova-limense é da região do Residencial Sul e teria frequentado a região do Buritis, que fica na Região Oeste de Belo Horizonte.

Os sintomas da síndrome podem incluir náusea, vômito e dor abdominal, evoluindo rapidamente para insuficiência renal e alterações neurológicas.

A Fundação Ezequiel Dias (Funed), órgão estadual de pesquisa responsável por análises laboratoriais, realiza exames de amostras de sangue dos pacientes. A Polícia Civil apura se há indícios de crime.

O Hospital que ele está internado não foi divulgado e nem seu estado atual de saúde.

As demais vítimas estão sendo acompanhadas pela força-tarefa. Qualquer caso com os sintomas da doença deve ser notificada em menos de 24 horas ao Estado para o devido acompanhamento.

Um dos casos em apuração é de Paschoal Dermatini Filho, de 55 anos, que morreu na noite de terça-feira (7) no Hospital Santa Casa de Misericórdia, em Juiz de Fora.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: O conteúdo está bloqueado. Entre em contato para solicitar o texto.