Vereadores da base de Vitor derrubam aumento maior para servidores

Penido durante assinatura do termo de doação do terreno. Ao lado esquerdo Wagner Pinto, Chefe de Polícia Civil. Foto: João Moraes

Vereadores da base de Vitor Penido (DEM) vetaram uma alíquota maior de aumento para ps servidores públicos nesta última terça-feira, dia 12. Com isso foi aprovado aumento de 2,89%.

Contudo, algumas categorias ganharam aumento entre 10 a 20%, já concedidos pelo Governo Municipal. São elas: Agentes Comunitários de Saúde; Agentes de Combate à Endemias; Armadores; Auxiliares de Serviços Gerais; Auxiliares em Saúde Bucal; Bombeiros; Borracheiros; Coveiros; Jardineiros; Monitores de Entretenimento; Oficiais de Obras; Oficiais de Pinturas; Serralheiros; Serventes Escolares; e Vigias.

Destes, apenas as Serventes Escolares e os Vigias ganharão 20% de aumento. Durante a discussão do projeto de lei encaminhado por Penido, houve a tentativa de incluir aumento entre 10 e 15% para todas as categorias, contudo, os votos de Wesley de Jesus (DEM), Kim do Gás (PPS), Alessandro Coxinha (PRTB), Boi (DEM) e José Guedes (DEM) impediram que a emenda ao projeto, apresentado por Álvaro Azevedo (PSDB), fosse aprovada.

CORREÇÃO ÀS 13H40: Em um primeiro momento informamos que o vereador Tiago Tito foi o autor da emenda que aumentava o reajuste para todas as categorias. Contudo, a informação certa é que Alvaro Azevedo é o autor da emenda.

Segundo o PL, a estimativa de gastos com pessoal em 2019 é de R$272.577.132,43, já computados os aumentos aprovados pela Câmara. A estimativa para 2020 é de R$289.358.286,55, salto de 6,15%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: O conteúdo está bloqueado. Entre em contato para solicitar o texto.