Bolsonaro afirma que combustível será reajustado novamente em 20 dias

Presidente está em Roma aonde participa da COP 26

O presidente da República,Jair Bolsonaro, discursa durante a solenidade de anúncio do Sistema de Avaliação de Impacto ao Patrimônio e lançamento do Guia Brasileiro de Sinalização Turística.

O presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) declarou em entrevista na Itália, aonde participa da COP 26, que em 20 dias a Petrobras deverá reajustar o preço da gasolina novamente. Bolsonaro está em Roma.

Este seria o segundo aumento em alguns dias já que a petrolífera havia anunciado um aumento no dia 25. Também nesta semana, um meigo movimento grevista dos caminhoneiros teve início no país.

“A Petrobras anuncia, isso eu sei extraoficialmente, novo reajuste em 20 dias. Isso não pode acontecer”, disse o presidente que vem observando várias manifestações contra a sua presença na COP 26. Inclusive, nesta segunda-feira, dia 1° de novembro, a polícia italiana entrou em conflito contra manifestantes contrários ao presidente.

A gasolina tem experimentado novas máximas com os aumentos anunciados pela Petrobrás. Em Nova Lima o litro já se aproxima dos R$7 e do etanol dos R$6. A alta do dólar e dos preços do petróleo no mercado externo tem feito o Brasil sentir a alta de preços dos combustíveis.

Os governadores anunciaram o congelamento da base de incidência do ICMS no intuito de diminuir a incidência do imposto nos preços. O governo de Minas Gerais, inclusive, anunciou redução do ICMS no diesel em mais de 6,5%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: O conteúdo está bloqueado. Entre em contato para solicitar o texto.