Tito entra na Justiça e consegue barrar processo de cassação em liminar

Foto: Reprodução/Facebook - O vereador Tiago Tito

O vereador preso Tiago Tito (PSD) conseguiu barrar na Justiça o trabalho final da Comissão Processante Especial (CPE). A comissão iria ouvir o vereador que está em reclusão na penitenciária Nelson Hungria desde o mês de maio. Ele é acusado de interferir nas investigações de um possível esquema de rachadinha em seu gabinete.

Tiago teve dois mandados de segurança negados em primeira e segunda instâncias, quando alegou que a comissão atentou contra o seu direito de defesa. Contudo, em um segundo mandado de segurança apresentado ao Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) ele alegou que o sorteio para formação da comissão estava equivocado e a juíza concedeu a liminar suspendendo os trabalhos.

Com isso, Tito não foi ouvido nesta sexta-feira, dia 13, a última fase das oitivas antes do parecer que recomendaria ao plenário ou não a sua cassação. A última fase seria, portanto, a votação da cassação. O depoimento do vereador estava marcado para às 9h.

A presidente da Comissão Processante, Juliana Sales, do Cidadania, informou que a CPE está em contato com o jurídico da Câmara Municipal a fim de discutir os próximos passos.

2 thoughts on “Tito entra na Justiça e consegue barrar processo de cassação em liminar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: O conteúdo está bloqueado. Entre em contato para solicitar o texto.