Nova Escola Municipal Rubem Costa Lima recebe alunos de até 7 anos na volta às aulas presenciais

Foto: Divulgação/Vale

Nova Lima, 22 de junho de 2021 – Após quinze meses de aulas exclusivamente remotas, os alunos de 3 a 7 anos estão de volta à Escola Municipal Rubem Costa Lima, em São Sebastião das Águas Claras (Macacos), Nova Lima. Esta foi a primeira vez que os estudantes e os familiares puderam vivenciar a nova sede da escola, entregue à comunidade pela Vale em agosto de 2020. O novo espaço pedagógico foi construído em um local seguro pela Vale, no bairro Capela Velha, e representa um dos compromissos assumidos pela empresa como forma de reparar os impactos provocados pelas evacuações e contribuir para que a comunidade possa retomar as condições de vida anteriores.

A nova escola tem área construída de 3.900 metros quadrados de área descoberta, entre pátios, jardins, horta e estacionamento. Recebe alunos entre 0 e 14 anos, do berçário ao ensino fundamental II. São 15 salas de aulas, com capacidade total para 401 crianças e adolescentes em turno integral, o que significa mais que o dobro da capacidade da antiga escola, que era de 190 alunos.

Em três blocos, com quatro níveis diferentes, a estrutura está equipada com área administrativa, biblioteca, estacionamento para professores, sala de informática, refeitórios, lavanderia, enfermaria e quadra poliesportiva coberta. “Eles estão encantados com o tamanho e a nova organização. O espaço oferta atividades que não tínhamos na outra escola”, comenta a diretora Vânia Baia.

Sustentabilidade e inclusão da comunidade

Para a construção, a Vale investiu em tecnologia com foco em redução na geração de resíduos e na utilização de materiais pré-fabricados – o que proporcionou mais agilidade na obra. O empreendimento tem sistema de energia solar com produção capaz de suprir praticamente toda a demanda elétrica da escola. Há, também, sistema de reuso de água pluvial. Cerca de 80% da água captada da cobertura do ginásio será tratada e utilizada na operação interna e irrigação dos jardins.

Os estudantes contam, agora, com horta e pomar, cujo adubo será proveniente de composteira a ser instalada para a transformação do resíduo orgânico em húmus. Também é possível fazer reciclagem utilizando coletores para separar os materiais. Já a acessibilidade é garantida por rampas de acesso e elevadores. “Com os novos espaços, vamos proporcionar uma educação de maior qualidade. Isso automaticamente reflete no desenvolvimento da comunidade que está no entorno da escola, que vai ofertar espaços de convívio para os pais e oficinas. A educação vai cumprir seu papel de ultrapassar os muros da escola”, completa a diretora.

Segundo ela, outro benefício é a proximidade das residências de maior parte das famílias, que agora têm menor tempo de deslocamento até a escola. O retorno das aulas presenciais acontece de forma eletiva, apenas para as famílias que optam pela modalidade, e gradual, seguindo o protocolo de segurança para volta às aulas da prefeitura de Nova Lima. Os estudantes com mais de sete anos permanecem em casa, estudando por meio do projeto “Estudando em Família”, desenvolvido pela instituição para o período de pandemia.

Assessoria de Imprensa da Vale

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: O conteúdo está bloqueado. Entre em contato para solicitar o texto.