Prefeitura informa que repasse a Via Ouro evitará paralisação do transporte municipal

Governo explica os motivos de aprovar aporte de capital para a Via Ouro

Foto: Via Ouro Coletivos

A Prefeitura de Nova Lima emitiu nesta quinta-feira, dia 20, uma nota em que informa que caso não haja aporte financeiro por parte do Executivo, o serviço de transporte municipal será interrompido. Segundo a empresa houve desequilíbrio contratual entre março e dezembro de 2020 por conta da pandemia de Covid-19. O Repasse está avaliado em R$4,5 milhões.

A Gestão Municipal esclarece que, com os impactos da Covid-19, o Índice de Passageiros por Quilômetro (IPK) – firmado no contrato entre as partes para apontar um público mínimo para se locomover no transporte público – não foi atingido ao longo dos meses, nem mesmo com a redução da oferta de transporte em momentos mais críticos da pandemia.

Prefeitura de Nova Lima em nota

Segundo o Executivo local, a concessionária do transporte público municipal (Via Ouro) apresentou uma planilha de custos que foi auditada por uma empresa de perícia técnica, contratada pelo governo passado, que deu segurança jurídica e apontou a necessidade de avanço desse processo. O órgão afirma que se a medida não fosse aprovada, haveria reajuste da tarifa.

É importante ressaltar que o contrato com a empresa foi renovado ainda no ano passado, o que dificulta a discussão de cláusulas e alternativas sem um amplo estudo do sistema viário do município.
 

Executivo Municipal em nota

O governo afirma ainda que confia na auditoria, feita sob análise da bilheteria eletrônica por meio do sistema Tacon, que é seguro e, ao longo de anos, nunca teve seus dados questionados legalmente e que o problema é uma realidade enfrentada em diversas cidades do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: O conteúdo está bloqueado. Entre em contato para solicitar o texto.