Após novo aumento no combustível caminhoneiros iniciam greve

Diversos caminhoneiros protestam desde a manhã desta terça-feira, dia 2, contra o novo aumento no preço do diesel e outros combustíveis. Em Minas, uma das primeiras manifestações ocorreu na MG-424, em Vespasiano, Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Segundo a Polícia Militar Rodoviária (PMRv), a concentração começou na madrugada e aconteceu de forma pacífica, com veículos parados nos acostamentos de ambos os sentidos da rodovia, sem interromper o trânsito. Por volta das 9h, outras viaturas chegaram ao local e dispersaram os manifestantes.

Segundo o caminhoneiro Nelson Martins Filho. “Agora vieram outros batalhões da PM, Choque, ameaçando prender, não estão apoiando, estão liberando a pista”, reclamou. Martins ao Jornal Estado de Minas, afirmando também que nenhum condutor foi coagido a parar.

A Polícia Militar informa que agentes foram mobilizados para o local, pponois os motoristas estariam bloqueando a passagem de outros caminhões, e que eles tinham a intenção de fechar a rodovia, mas foram orientados a manter as filas no acostamento. Viaturas escoltaram caminhoneiros que eram impedidos de transitar pelo local. Algum tempo depois, o helicóptero Pégasus, da PM, sobrevoou a MG-424 e constatou que o trânsito fluía normalmente.

Reajuste 

Nessa segunda-feira, dia 1, a Petrobras anunciou o quinto aumento do preço dos combustíveis somente esse ano. A gasolina aumentou 4,8%, o diesel, 5%, e o preço do gás de cozinha foi elevado em 5,2%. Os aumentos começaram a ser aplicados hoje nas refinarias da estatal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: O conteúdo está bloqueado. Entre em contato para solicitar o texto.