STJ concede liberdade à nova-limense funcionário da Vale


Foto: AFP


O Superior Tribunal de Justiça (STJ), através da sexta turma, concedeu liberdade para Ricardo de Oliveira, gerente de Meio Ambiente da Mineradora Vale. Ele, Cesar Augusto Paulino Grandchamp (geólogo) e Rodrigo Artur Gomes de Melo (gerente executivo do Complexo Paraopeba da Vale), mais os engenheiros da TÜV SÜD André Yassuda e Makoto Mamba, estavam presos em decorrência do rompimento da barragem de Brumadinho.


Até o momento a tragédia deixou 134 mortos e pelo menos 199 pessoas desaparecidas. Ricardo de Oliveira é morador do bairro Jardim Canadá, em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte e foi surpreendido com a chegada da Polícia Civil em sua residência.

Já Yassuda e Mamba, foram presos em São Paulo e depois transferidos para Belo Horizonte, onde acontecem as investigações do rompimento. Estes engenheiros atestaram a estabilidade da barragem da Mina do Feijão. 

A sexta turma concedeu a liberdade por unanimidade. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: O conteúdo está bloqueado. Entre em contato para solicitar o texto.