Vale anuncia que vai paralisar mineração em Nova Lima


Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

A Vale anunciou, nesta terça-feira, dia 29, que vai paralisar a mineração no entorno da mina de Brumadinho, até que as dez barragens que ainda estão em funcionamento no estado nos moldes daquela que rompeu na última sexta-feira, dia 29, sejam fechadas. A decisão foi tomada há alguns dias e apresentada ao ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e do Meio Ambiente, Ricardo Salles. O projeto também foi apresentado ao governador de Minas, Romeu Zema (Novo).

Atualização: Informamos que a mineração seria paralisada no estado como um todo. A informação está equivocada. A Vale vai parar a mineração nas barragens no entorno da mina de Brumadinho. Atualização às 22h16.

O processo se chama de “descomissionamento”, que se trata em reintegrar os rejeitos à natureza.

“É a resposta cabal e à altura da enorme tragédia que tivemos em Brumadinho. Este plano foi produzido três a quatro dias após o acidente”, ressaltou o executivo, segundo a Agência Brasil.

Schvartsman afirmou que descomissionar significa preparar a barragem para que ela seja integrada à natureza. “A decisão da companhia é que não podemos mais conviver com esse tipo de barragem. Tomamos a decisão de acabar com todas as barragens a montante”, disse o executivo em Brasília.

O presidente da Vale informou que o projeto já está pronto e será levado aos órgãos estaduais e federais em 45 dias e o tempo para a ação ser completada é de um a três anos.

Para a realização das obras de descomissionamento das barragens a montante com segurança e agilidade, a Vale paralisará temporariamente a produção das unidades onde as estruturas estão localizadas, a saber: as operações de Abóboras, Vargem Grande, Capitão do Mato e Tamanduá, todas em Nova Lima; no complexo Vargem Grande; e as operações de Jangada, Fábrica, Segredo, João Pereira e Alto Bandeira, no complexo Paraopeba, incluindo também a paralisação das plantas de pelotização de Fábrica e Vargem Grande. As operações nas unidades paralisadas serão retomadas à medida que forem concluídos os descomissionamentos.

O Sempre Nova Lima solicitou posicionamento da mineradora sobre o assunto. Pedimos informações sobre o pagamento de royalties, imposto do minério, que mantém de pé muitas cidades da Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Ação atinge 5 mil funcionários

A ação da Vale vai atingir pelo menos 5 mil funcionários, entre eles terceirizados. A minerador informou, ainda na coletiva de imprensa, que estes serão reintegrados em outras áreas, para diminuir a potencialidade de demissões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: O conteúdo está bloqueado. Entre em contato para solicitar o texto.