MP denuncia possível rompimento de barragem em Nova Lima

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) denunciou o possível rompimento de uma barragem de rejeitos em Nova Lima, na RMBH.

Para o Ministério Público da comarca de Nova Lima, há mais chances desta barragem romper do que a de Mariana, que se tornou o pior desastre ambiental do país.

O MP interpôs uma ação civil pública e pediu uma liminar para a imediata evacuação das pessoas que moram logo abaixo do local. Próximo a barragem estão dois condomínios e propriedades rurais.

Segundo o relatório do órgão, as pessoas teriam entre 29 a 139 segundos para fugir em caso de rompimento. Algo praticamente impossível dadas as condições. 

A barragem é de propriedade da Vale Mineradora. Desde 2016 existe um embate entre o MP e a mineradora. O Ministério Público chegou a conseguir a interrupção da construção de uma outra barragem, chamada “Maravilhas 3”. O relatório aponta que além de ameaçar a vida das pessoas em situação vulnerável, o colapso iria interromper o fornecimento de água para a Região Metropolitana.

A promotoria chegou a pedir tutela de urgência para retirada de pessoas de dois condomínios que podem ser atingidos: Vale dos Pinhais e Estância Alpina.

A Vale desmentiu a possibilidade de rompimento da barragem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: O conteúdo está bloqueado. Entre em contato para solicitar o texto.