PM mata líder do PCC que teria ordenado ataques em Minas Gerais


Foto: Reprodução/TV Globo Minas



Da Itatiaia

Um homem, apontado como principal liderança do Primeiro Comando da Capital (PCC), em Pouso Alegre, no Sul de Minas Gerais, foi morto nesta quinta-feira após operação da polícia contra a onda de ataques incendiários a ônibus, prédios públicos e agentes de segurança no Estado.

Creonte, conhecido como “Psico”, teria reagido com arma de fogo à abordagem dos agentes. Ele era foragido da Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.  

Suspeito de ordenar os ataques criminosos na região, Creonte estaria orquestrando um plano para atingir as forças de segurança. Com ele foi encontrado uma pistola Taurus calibre 9mm, com 11 munições.

Outros supostos envolvidos na facção criminosa estão sendo investigados e, segundo a polícia, podem ser presos a qualquer momento. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: O conteúdo está bloqueado. Entre em contato para solicitar o texto.