Prefeito: ‘Sem a Reforma Administrativa, teríamos atrasado dois meses de salário’






O prefeito de Nova Lima, Vitor Penido de Barros (DEM), defendeu, mais uma vez, a Reforma Administrativa enviada pela Prefeitura de Nova Lima para a Câmara de Nova Lima, durante 2017.

Em entrevista para o programa do jornalista Eduardo Costa, ele afirmou que se não tivesse aprovado a reforma a cidade estaria com pelo menos dois meses de salários dos servidores atrasados. 

“Eu tive que fazer uma Reforma Administrativa. Nesta Reforma, só neste ano, nós estamos cortando R$50 milhões de reais em vantagens, só neste ano”, começou ele. 

“Com isso eu estou viabilizando meu município. Claro que tive desgastes. Mas o que é melhor? Eu ter feito e pagar em dia, como estamos pagando, se não estaria com dois meses de salário atrasado”, disse.

Penido afirmou, ainda, que “passou da hora e que não deveria estar como prefeito”, ao lamentar que no seu último mandato necessitasse fazer uma reforma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: O conteúdo está bloqueado. Entre em contato para solicitar o texto.