TSE absolve Michel Temer e Dilma Rousseff da cassação




O Tribunal Superior Eleitoral acabou de absolver a chapa vencedora da eleição de 2014, Dilma Rousseff (PT), que sofreu impeachment em 2016 e Michel Temer (PMDB), atual Presidente da República.

O voto do presidente do TSE, Gilmar Mendes, foi o decisivo para inocentar a chapa que derrotou Aécio Neves e Aloysio Nunes, ambos do PSDB.

Os ministros Napoleão Nunes, Admar Gonzaga e Tarcísio Vieira – além de Mendes -, votaram pela absolvição. Herman Benjamin, Luis Fux e Rosa Weber votaram pela cassação.

Temer ainda enfrenta problemas na justiça. Ele foi flagrado pelo delator Joesley Batista, presidente da J&F, controladora da JBS, em conversa no Palácio do Jaburu. No áudio Temer e Joesley discute sobre situações de corrupção.

O áudio está sendo questionado pela defesa de Temer e está sob perícia criminal. Vários pedidos de impeachment chegaram ao Congresso Nacional logo após a divulgação do conteúdo da conversa. Um assessor de Temer já está preso e também poderá fazer delação premiada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: O conteúdo está bloqueado. Entre em contato para solicitar o texto.