Sindicato tece primeiras críticas contra gestão Vitor Penido




O Sindicato dos Servidores Públicos (Sindserp) teceu suas primeiras críticas contra a gestão Vitor Penido de Barros (DEM). Vitor que assumiu no lugar de Cássio Magnani Júnior (PR), cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em setembro.

Segundo o órgão representante da classe, o Chefe do Executivo (Vitor), quer tirar o poder dos vereadores em votar qualquer alteração em benefícios dos servidores municipais. Para provar que o prefeito quer fazer ajuste fiscal olhando para os servidores, o Sindserp traz um trecho de uma ata assinada em reunião entre Vitor, José Guedes (DEM) que é presidente da Câmara dos Vereadores e o Ministério Público.

Penido teria dito: “Existe a necessidade premente que sejam colocados em votação outros projetos de lei como o que define o Plano Decenal de Educação e alterações na Lei Orgânica Municipal, principalmente no que se refere à autorização para que o Prefeito Municipal edite leis delegadas em matéria de cortes e ajustes financeiros, principalmente no que pertine às despesas com pessal”.

Isso quer dizer que o prefeito não teria que submeter ao Legislativo qualquer matéria que pudesse cortar benefícios aos servidores, como ticket alimentação, por exemplo. Vitor vem alegando que a prefeitura tem um rombo nas contas públicas. Ele alega que a culpa é do ex-prefeito Cássinho, já este culpa a crise por qual passa o país.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: O conteúdo está bloqueado. Entre em contato para solicitar o texto.