Presidente da Vale afirma não saber quantos pessoas estão soterradas


Foto: Folha de S. Paulo


O presidente da Mineradora Vale SA informou, em entrevista coletiva, que a empresa não sabe quantas pessoas precisamente estão soterradas em Brumadinho, após três barragens terem rompido. 

Segundo Fábio Schvartsman, a barragem não era utilizada há pelo menos três anos. Ele explicou que havia pelo menos 300 trabalhadores no local e que pelo menos 100 reapareceram com vida. Mesmo assim, a Vale não consegue confirmar com exatidão quantas pessoas estão soterradas.

“A maioria dos atingidos é de nossos próprios funcionários. No momento do acidente, tínhamos aproximadamente 300 funcionários no local. Nós não sabemos quantos estão soterrados”, disse Schvartsman, em entrevista coletiva. “Aproximadamente 100 já apareceram com vida. “

Fábio disse, ainda, que o dia 10 de janeiro foi o último dia em que uma inspeção foi feita na barragem. Em setembro, uma empresa alemã, contratada pela mineradora, atestou que a barragem estava estável.

Ao comparar à situação de Mariana há três anos atrás, o presidente da Vale afirmou que “desta vez é uma tragédia humana. Porque estamos falando de uma quantidade grande de vítimas. Possivelmente, o dano ambiental é menor. “

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: O conteúdo está bloqueado. Entre em contato para solicitar o texto.