Prefeito tenta maioria para aprovar reformas na Câmara




O prefeito de Nova Lima, Vitor Penido (DEM), tenta buscar maioria na Câmara Municipal da cidade para aprovar reformas fiscais, no que tange a folha salarial da Prefeitura Municipal. Penido foi derrotado nas suas primeiras votações quanto ao orçamento para o ano de 2017.

Vitor sabe que não vai ser fácil. Segundo informações, o governo identifica pelo menos seis vereadores onde as tratativas serão mais difíceis. Além de Soldado Flávio (PT), oposição ao governo, o presidente da casa, José Guedes (DEM), o vice-presidente Álvaro Azevedo (PSDB), Kim do Gás (PPS), Alessandro Coxinha (PRTB), Fausto Niquini (PSD) e Tiago Tito (PSD) – este último já se posicionou em reunião que poderá votar contra os cortes.

Wesley de Jesus (PEN), Boi (PEN) e Silvânio Aguiar (SD), deverão votar com o governo, mas nada está confirmado. Há algumas semanas, vereadores se encontraram com servidores da Câmara Municipal para garantir que cortes não serão aprovados na casa legislativa.

A reunião foi uma espécie de mensagem para o prefeito que os cortes dos servidores da Prefeitura Municipal poderão não ser aprovados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: O conteúdo está bloqueado. Entre em contato para solicitar o texto.